terça-feira, agosto 16, 2016

Controle e serenidade...

Hoje o dia acordou chorando. Chuva depois de meses de estiagem. Clima seco. Seco como já fui.

Ontem perdi o controle. Falei o que não devia. Magoei e acordei magoado comigo mesmo.

Preciso me resgatar. Retomar o controle. Preciso voltar a ler sobre budismo. Meditar. Preciso levar meus treinos a sério novamente.

Ontem teve sol. Tinha treino. Tinha amor. Não teve nada.

Preciso voltar à serenidade. Ser seu porto seguro. Seu colo. Seu.

A vida é curta e passa rápido. Vou errar menos! Vou ser feliz com você. Vou valorizar cada momento feliz e faze-lo durar mais!

Vamos?

sábado, dezembro 05, 2015

Da overdose.

Ver meus ídolos morrerem de overdose me dá vontade de seguir a mesma estrada.

Já experimentei. O caminho é prazeroso, a linha de chegada não.

Analisar minha situação e perspectivas não ajuda muito.

"Chorar de barriga cheia" ou "levantar a bunda do sofá e reagir" são frases prontas, não funcionam comigo.

Rest in piece Scott.

Eu queria que você estivesse aqui comigo para conversar sobre tudo...

sábado, novembro 21, 2015

Das desculpas

E a gente vai vivendo e se desculpando.

Não posso te ver hoje porque estamos muito longe.

Acho que não vai dar para encontrar hoje pois estou atrasado.

Hoje não dá, tenho muitas coisas a fazer.

Ontem... Hoje... Amanhã...

Uma hora não há mais desculpas.

Outra hora não há mais a gente.

E foi assim que nos tornamos meros conhecidos...

sábado, novembro 07, 2015

Filosofia da Madrugada - Part I


Enquanto não souberes diferenciar a alegria proporcionada pelos momentos, dos momentos caros e pagos, proporcionados por terceiros; viverás das futilidades da vida e serás tão rasa quanto uma poça de chuva que seca antes d'ela passar...

quinta-feira, agosto 20, 2015

Me faz bem

Parafraseando Lulu Santos...

"Ela me faz tão bem,
Ela me faz tão bem,
Eu também quero
Fazer isso por ela..."

Engraçado como algumas pessoas me fazem pensar em ser uma pessoa melhor. Pensar é pouco... Me fazer querer ser alguém melhor!

Praticar o bem sem pensar a quem.

Fazer uma dieta. Praticar exercícios. Ser mais família. Ter um animal de estimação... Sei lá, essas coisas, de certa forma comuns, que eu não faço e nunca pensei em fazer.

Por uma vida mais simples...

Por uma vida mais leve.


sexta-feira, agosto 07, 2015

Achar alguém

Como é difícil achar alguém. Tá foda viu?!

Não, não estou desesperado. Mas é bom estar com alguém que te faz bem... Certo?

Na verdade o cruzamento de algumas situações permite facilitar o encontro e a preservação de duas pessoas.

Olhar, querer, buscar, gostar, enxergar, ceder, abraçar, entender, caminhar... Sintonia!

Às vezes penso que atraio loucas. Mas na verdade, é apenas uma completa falta de sintonia. Pessoas boas com idéias e momentos distantes.

Conclusões tiradas. Segredos revelados... WOW! Pára!... Péra! Nem nos conhecemos!

Paro e penso que na verdade não estou na mesma vibe. Já tive amigos assim... Eu não sou assim. Pelo menos ainda...

Já fiz programas sem amar. E amo muito sem me programar. Quem nunca?

Estou num ritmo mais lento. Agora eu quero uma vida mais leve. Leve... Entenda como quiser. Leve.

Perdido... Procuro me encontrar.

E te encontrar.

Sorria! Se puder...

Eu vou te fazer sorrir.

Sim! Isto é uma afirmação e não tenho dúvida nenhuma que farei isso. Te arrancarei os melhores sorrisos. As maiores gargalhadas.

Como diria um antigo professor dos tempos de Educação Física do UNI-BH, tudo depende. E depende mesmo.

Eu preciso ter sua confiança. Eu preciso ter seu respeito e sua atenção. Preciso que esteja aberta a receber um bom papo, uma boa companhia e disposição para interagir.

Não tenho piadas prontas. Mas sei articular uma boa conversa e proporcionar momentos agradáveis. Quem sabe inesquecíveis!

Desculpe, mas se me der um pouco da sua paciência, ganho sua amizade para sempre! Extraio seus melhores sorrisos e serei seu porto seguro.

Desculpe, mas sou bom nisso.


sexta-feira, julho 31, 2015

Saudades minhas.

Você viaja o mundo inteiro.
Traído, último a saber.
Perco todo o meu poder.

Saudades minhas que já foram tuas.

Eu decido.
Tomo minhas atitudes.
Distancio. Finjo.

Um oi doce. Apareço.
Uma voz em forma de letras,
Que ouço claramente em meus olhos.

Um papo,
Uma surpresa,
Uma vontade.
Me repreendo.

Querer nunca me foi fazer.
Pra você,
Desejo é realidade.
Pra mim, triste verdade.

Inveja,
Derrubada pelo amor.
Ardor.

Amor,
Derrubado pela ausência.
Falência.

Negação que atormenta minha mente.
Mês, semana, diariamente.
Até quando vou sumir?
Até quando fico aqui?

Saudades minhas.

Ensino aprendizagem.

Não é fácil.

Poderia passar um dia inteiro lhe falando de amor. Meus sentimentos, minhas experiências. Sabe o que isso significaria pra você? Nada.

O máximo que consigo com meus textos é algo parecido com identificação ou uma discreta comoção.

Nada do que está aqui fará você gostar de mim.

Qualquer coisa que eu venha escrever não mudará suas atitudes, opiniões. Perante minha pessoa ou qualquer outra. Decisões...

O que me pergunto é: por que ainda continuo teclando? Insistente, emotivo e esperançoso...

Esperançoso...

Não são muitas as minhas esperanças, mas entendo que tenho muito a ensinar. Sou professor por formação, e me sinto na obrigação de passar tudo que aprendi.

Eu gosto de cuidar de você. Já li, em suas próprias palavras, que você gosta de ser cuidada por mim. Então por que a resistência?

Sempre entendi que nunca saberemos tudo. E como bom aluno, sempre estou faminto a aprender. Então me ensine e me deixe lhe ensinar...

Somos dois, já fomos um, podemos ser mais.

Depende de mim. Depende de nós.

Lutar, sempre. Resistir, inteligente. Esperar, paciente.

Texto este sem muita ligação. Interpretação.