domingo, novembro 05, 2006

My body is changing and my mind...

Processo irreversível. Os anos passam e vamos mudando. Adquirindo novas experiências, sempre. Lutando a favor e contra nossa saúde, ao mesmo tempo.
Todos sabemos o que temos que fazer. Hora de dormir. Hora de comer. Hora de trabalhar e ganhar nosso sustento.
Sustento? Sustento para quê? Para ganhar um pouco de prazer. Mas e se alguém disser que o prazer engorda? Não. Talvez. Vamos lá. Cerveja me dá prazer e engorda. Tira gosto de buteco me dá prazer. E engorda. Pizzas, sanduíches e quitutes em geral também me dão prazer e engordam. Nu! E como. E engordo. Salada não me dá prazer. Mas tenho que comer, afinal, todo mundo diz que faz bem à saúde. Então vamos comer. Sexo me dá prazer. Nossa e me dá prazer demais! Mas me responda a pergunta: por que quando as pessoas casam, pelo menos a maioria delas, engordam? E olha que elas tem sexo, teoricamente, a qualquer hora hein?!
Brincadeiras a parte, vamos voltar ao texto.
O que quero falar é que sempre estamos mudando. Lutando para ter saúde. Vivendo para ter prazer. Adquirindo experiências. Aprendendo com todas elas. Um dia um pouquinho mais gordo. Outro dia um pouquinho mais magro. Satisfeitos nunca!
Um dia sentado, ouvindo. Outro dia de pé ensinando. Quem pára esse processo, fica. Sobra.
Mas então, se todo mundo é assim, por que existem tantas críticas a respeito da mudança? Talvez as mudanças tirem algumas pessoas da chamada zona de conforto. Um dia tudo igual. Outro dia… “nossa, você viu o que o Bob fez?!”
Sei lá. Andei refletindo a respeito disso nas últimas horas, mas eu também sou assim né?! Talvez.
O fato é, todo mundo muda! Em tudo.
Meu corpo está mudando. Ontem de manhã era um, hoje é outro. Mudanças. Perceptíveis ou não, acontecem.
Minha cabeça há um ano atrás era uma. Hoje é outra. E te falo que bem diferente. Acho que sou cabeça dura. Mineiro por natureza. Tenho resistência à coisas novas. Hoje nem tanto. Mas tenho. Talvez por isso demore tanto tempo para mudar. Mas mudo. Calado. De uma hora para outra. De uma mês para outro. De ano em ano.
Pense nisso. Saia da zona de conforto. Não resista às mudanças. Aprenda! Admire! Experimente!
Meu corpo está mudando e minha mente… também! Mas no fundo, no fundo, eu sou o mesmo!

2 comentários:

Patrícia Tavares disse...

É Cris, a mudança é inevitável, precisamos mudar para a vida acontecer.
As pessoas que não querem mudar acabam sendo vítimas da mudança e sofrendo com elas.
As mudanças acontecem a todo instante, em tudo, no mercado de trabalho, no tempo, em nossas idéias, pensamentos e atitudes.
Precissamos é saber viver bem, saber lidar com as mudanças, se forem boas, ótimo, e, se forem ruins, fazer com que mude novamente e se tornem boas mudanças!

PaTi disse...

Nesses últimos dias, estou me sentindo uma baleia orca encalhada no colchão! Criiiiiis, vc não me deu dicas de alimentação! Pelo amor! Não consigo parar de comer doce! E não me venha com barrinhas de cereal pra combater a vontade de comer doce. Combate o carai! Preciso de doses homéricas de açúcaaaaar! Ai... que drogaaaaa! E pizza, cerveja, lasanha, frituras... adoro comer! snif...