quarta-feira, junho 08, 2011

O Poder da Mudança

Foi rápido.
Assim, passado poucos dias após a resolução desta mudança algumas pessoas começaram a comentar.
Era fácil perceber que o ambiente estava diferente.
Algumas horas depois, algumas pessoas perguntavam diretamente:
"O que aconteceu?"
"Você está mais sério?"
"Por que você está assim?"
"É impressão minha ou você está mais fechado... mais na sua?"
A resposta dele foi a mesma:
"Que isso pessoal, eu estou bem. Não se preocupem..."
Mas insistiram:
"Você não está bem nada... Eu te conheço..."
Ele retrucou:
"Estou bem sim... Relaxa. Não é porque resolvi mudar um pouco, ter uma nova postura, por tempo indeterminado, que estou mal. Pelo contrário... Estou feliz agora que tenho o controle de volta. Feliz por ter menos brilho no olhar... Por saber que a vida continua, que estou de pé e estou conseguindo seguir e tomar minhas próprias decisões... Sejam elas boas ou ruins. São minhas!"
Este foi um fim que não vai durar muito tempo.
Novas perguntas estarão no caminho. Se as respostas serão diferentes, não sei.
Sei que as regras de hoje, valem pra hoje! Amanhã será outro dia. Até lá, mudo ou não as regras. Mudo ou não as respostas.
Bola pra frente. Com as próprias decisões e vontades pra ser feliz. Com ou sem brilho. Com ou sem cor....
Mudanças são necessárias...
Estou voltando...

3 comentários:

Anônimo disse...

As regras de hoje, valem pra hoje. Com brilho ou sem, com cor ou sem. Também acho as mudanças necessárias, as vezes. E quase sempre, também volto.
Bom texto, Cris! Abraço, Peitão.

Cristiano Vieira disse...

Felicidades em vê-lo por aqui Peitão! Sempre bom ter os amigos por perto.
Obrigado pelo carinho. Forte abraço.

byjotan/maldito disse...

Se voltou de fato,estamos aquí para prestigiá-lo.Que bons post o traga.