terça-feira, agosto 29, 2006

Confissão.

Ontem eu senti vontade de chorar. Por um momento achei que estava triste… Mas não sei se era isto…
Eu estava subindo para trabalhar no Alphaville e, não sei por quê, me deu uma vontade de chorar.
Enquanto dirigia na BR-040, ouvia uma música mais calma, de uma banda chamada Train. Sinceramente, não sei se foi isso que desencadeou tudo, mas milhões de coisas começaram a vir a minha cabeça de uma hora pra outra. Do nada.
Lembrei da pessoa que me emprestou o CD para eu gravar e senti muita saudade, pois não a vejo há muito tempo. Longa data. Pra falar a verdade nem sei por onde ela anda. O que anda fazendo. Isso é ruim! Eu acho ruim perder o contato com uma pessoa querida.
Lembrei da minha amiga grávida e pensei... “Putz, que do caralho! Ela deve estar muito feliz!” E nessa hora o choro era de alegria.
Pensei na semana que passou. Semana difícil. A mãe de dois grandes amigos meus faleceu. Minha vó por parte de pai faleceu. Meu tio, irmão da minha mãe faleceu. E quer saber a verdade? Não derramei nenhuma lágrima. Nada. Zero. Será que as lágrimas descem agora por causa disso?
Pensei no meu fim de semana. Pensei no quanto conversei com uma nova amiga. Horas... O quanto ela falou e fala coisas boas pra mim. Penso que tenho que falar mais com ela. E pensei no quanto fiquei feliz quando ela falou que não é e não se senti mais amiga da amiga. Ela agora é minha amiga.
Lembrei que daqui a 10 dias eu vou estar longe. Viajando. Pra bem longe. Tenho medo. Estou muito ansioso. E agora? Será que vou morrer nessa viagem? Será que minha missão está cumprida? E será que alguém vai lembrar de mim depois que eu for embora?
Eu tenho medo de passar em branco na Terra. Queria deixar algo. Deixar lembranças boas. Ensinamentos. Sei lá. Queria ser lembrado. Lembrado nos casos. Lembrado quando aquela música tocar...

Somando a tudo isso que falei (e outras coisas que esqueci de contar aqui), estou com muita dor de garganta. Detesto sentir dor. Não gosto de tomar remédio mas tem horas que é melhor tomar remédio a sentir dor!
Bom, agora não estou chorando mais. Nem tenho vontade.
Esse blog por muitas vezes tem feito bem pra mim. Prestem atenção nas palavras. Por muitas vezes estou escrevendo isso pra você. Como se estivesse fazendo uma confissão. Obrigado por me ouvir.

2 comentários:

Borboleta disse...

Você e seus textos maravilhosos hein?!É isso aí Cris,a gente tem que chorar sempre que sentir vontade,seja por alegria ou por qq outro motivo e sabe por quê?Porque chorar faz bem pra gente,faz bem pra alma botar pra fora...e sobre sua viagem... :'( vou sentir mto a sua falta,você vai voltar bem e vai voltar pra mim(vou contar os minutos)...rsrs(aproveite o qt puder,e eu queria poder compartilhar...)
Super beijo Borboleta

Felipe F disse...

As lendas estão eternizadas pq um dia alguém resolveu registrar estes momentos, estas pessoas, compartilhar as histórias com todos. Somos lembrados pelo nossoS simples bom dia, um gesto de educação, um primeiro beijo, o primeiro..., o perfume, um carinho, um lugar q só vc poderia ir de uma forma que só vc saberia levar. As lágrimas q um dia vc derramou hj são sorrisos, agradecimento pelo aprendizado. Não somo tds iguais por isso seremos SEMPRE INESQUECÍVEIS.