sábado, julho 15, 2006

Seu Coração! Vai bem?

Como está Seu Coração? Tem feito todos os testes ergométricos? De sangue?
Claro né. Na verdade um check up. Já que você se exercita todos os dias, só vai conferir. Pra desencargo de consciência.
Mas então? Qual o problema?
Apesar de tudo bem nos exames você se sente duro como uma pedra? Frio como um iceberg? Pesado? Hummm... entendo.
Quisera um dia a transformação ser iminente. Mudar. A cada hora. De acordo com as situações. Ter pleno controle. Isso é praticamente impossível. Pra um ser humano pelo menos.
Como é possível um coração conhecer tantas pessoas especiais e não se deixar cativar? O que terá acontecido?
Devíamos poder treinar nosso coração. Hipertrofia cardíaca. Aumentar a qualidade de suas batidas. Sua força. Treinar, mas não com corridas ou pedaladas. Treinar com emoções. Se deixar levar. Curtir o momento. Se sofrer, sofreu. Tentou. Experimentou. Aprendeu e agora continua na estrada, sempre andando pra frente!
Um coração de pedra que tem momentos de força. Explosão de emoções. Mas na maioria das vezes se subjuga ao cérebro. Sempre tão lógico e sensato. Limita as batidas da emoção. Um coração que responde aos estímulos fisiológicos, mas nem sempre aos psicológicos.
Chora. Chora por dentro. Ninguém vê ou ouve. Está lá. Bem no fundo. Cercado por órgãos tão vitais quanto ele. Cercado por um escudo cerebral tão forte quanto a couraça de um navio de guerra! Tenta se elevar mas a competição é feroz. O cérebro domina!
Frio. Bombeia sangue quente. Que irradia felicidade em dentes brancos. Abraços calorosos. Beijos de arrepiar. Engraçado isso não é mesmo? Contraditório. Insano.
Por que você é assim?
Seu Coração. Não há resposta pra todas as perguntas no mundo. Melhor dizendo, existem várias respostas. Já procurou em todos os lugares? Olha que ela pode estar onde você menos espera. Olhe em volta. Do seu lado. Continue procurando mas não torne isso um fardo a carregar.
Vá treinando. Faça o possível! Faça sem medo de arrepender! Medo. Será essa a palavra?
Então, apenas faça. Faça e faça por merecer. Porque o resto vem em seguida. Na cola. Pode esperar. Se não chegar não é pra você meu bom e velho Coração.

2 comentários:

preta disse...

Ótimo texto!
Mas tem uma coisinha errada:
"Ninguém vê ou ouvi"
Certo: "Ninguém vê ou ouve"
Bjos

Cristiano Vieira disse...

ô Pretinha, valeu pela dica!
Já tá corrigido!
Bjo pra ti!