terça-feira, outubro 03, 2006

A política é uma piada. De mau gosto.

É, não adianta.
Começo a achar que o brasileiro merece se fuder mesmo!
Nós (talvez eu até me inclua neste seleto grupo de milhões de eleitores) não sabemos votar!
Não quero entrar em questões de partidarismo. Não é o foco da questão.
O ponto é: "Não basta os antigos ladrões do nosso dinheiro voltarem a colocar as mãos nos cofres públicos (entenda por Maluf, Collor, entre outros reeleitos), agora a corja de ladrões vem acompanhada de uma trupe de palhaços (Clodovil e Frank Aguiar pra mim é demais!)."
Numa boa, essas coisas me levam e pensar em sair do país! Do tipo, vou pegar o que tenho, vendo pra fazer uma grana (suporte pra me sustentar por um tempo) e depois, caio no mundo! Sério! Não dá! O que fazer lá fora? Isso é de menos. Posso pensar em zilhões de coisas. De limpar o chão e executar minha própria profissão.
Então você pensa: "…mas isso é um preconceito, de repente essas pessoas (digo os palhaços porque os ladrões não vão mudar) podem ter algo pra acrescentar na política. Um projeto para melhorar o Brasil...” AH, FALA SÉRIO?! O “senhor” Clodovil, assumiu em várias emissoras de TV não ter qualquer tipo de proposta, projeto, meta, enfim NADA para levar ao povo brasileiro. O CAMARADA ASSUMIU ISSO EM REDES DE TV ABERTA. E o cara consegue quase meio milhão de votos!!! PUTAMERDA! Você tem noção disso??? Imaginem a próxima eleição? Imaginou. Não basta aparecer um Zé Rasgado, um João dos Móveis, uma Xana pra nos fazer rir nos maravilhosos horários eleitorais obrigatórios. Os eleitos serão os Big Brother Brasil da vida, os Tiriricas, os cantores do programa FAMA… Afinal, eles tem exposição. Eles estão na mídia, na boca do povão.
É isso aí meu povo. Em comparação a “isso” aí, eu seria um excelente político. Posso construir propostas. Tenho idéias. Tenho vontade de acertar! Me juntaria aos pouquíssimos homens públicos que prestam nesse país. O problema? O problema é que não tenho exposição. Mídia. Tempo na TV de milhões de brasileiros. Não tenho qualquer conchavo político. Não faço parte da classe AAA a qual tem dinheiro suficiente (e CONTATO$ suficientes) para comprar um título da nobreza brasileira. Porque, numa boa, ganhar um salário como o que eles ganham, eu queria demais! Muito mesmo!
AAAHHHHHHHH! Quer saber, to ficando enjoado... Acho que vou parar por aqui…
Só para terminar, quer fazer piada? Não precisa, a piada já está feita, pronta para ser contada. Ela “só” é de mau gosto. Muito mau gosto por sinal.

2 comentários:

Rita disse...

Ola!!! Lembra de mim? Até então era amiga do Pedro, agora namorada. Tudo bem?
Tava lendo aqui suas ultimas postagens... Gostei da história do Bob... Vi num filme uma vez uma frase que dizia mais ou menos assim: "Se você gosta muito de alguém(ou dealguam coisa), e se as coisas não estam dando muito certo, lance-o ao vento. Se ele voltar pra você é porque vai ser pra sempre, mas se não voltar é porque ese alguem nunca foi seu."
Achei mto legal essa frase e lembrei qdo li "Assim será!"
Postagens lindas e verdadeiras!!
Abraços....

PaTi disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk! Sabia do clodovil e do Frank Aguiar tou sabendo agora. Ainda bem que nem tou em Minas e nem preciso me dar ao trabalho de pensar em quem votar. Aff. Tb fico indignada. Aqui no RS tinha um candidato a deputado de nome Cururu e outra retardada que aparecia com metade do cabelo verde e a outra metade amarelo, entre outros. Piada em horário nobre. aff...
Bjuuuus