domingo, abril 09, 2006

Minha mulher...

Quero uma mulher que faça meu joelho tremer! Eles não vão estremecer de medo, mas de uma pessoa tão especial que eu não consiga ao menos manter o equilibrio e a lógica de ficar simplesmente parado, estático "apenas" admirando.
Quero uma mulher que me respeite tanto quanto eu a respeite. Nas primeiras e nas últimas decisões. Nos dias de sol e nos dias de chuva. Enquanto estivermos fazendo o melhor sexo do mundo ou quando estivermos discutindo pra poder melhorar nosso relacionamento.
Quero uma mulher que dance pra mim. Não uma mulher que dance "se ela dança eu danço", nada contra a música... mas uma mulher que dance de um jeito só pra mim. Eu vou saber!
Quero uma mulher que seja feminina mas independente. Que se cuide pra mim e fique feliz quando me arrumo pra ela! Que atrase nos dias que pode e não todos os dias que não deve.
Quero uma mulher com as qualidades que me fascinam. E com os defeitos que me fascinam também!
Quero uma mulher que seja a mesma mulher e menina. Forte e frágil. Linda por dentro e por fora! Se entregue de corpo e alma. Seja inteligente na profissão e na vida, pra conversarmos um pouco agora e muito quando envelhecermos.
Quero uma mulher sensata, que nas situações mais dificeis não venha brigar ou criticar determinada pessoa ou situação mas que me chame no canto e peça ajuda pra resolver aquela situação da melhor maneira possível, sabendo que nós, em porttuguês, é mais de uma pessoa; mas no relacionamento é um só!
Quero uma mulher ambiciosa que tenha sempre um objetivo à frente e lute por ele, pra conquistar. Lute de forma sagaz e poética, inspirando a mim e aqueles que estão em volta pra fazer o mesmo.
Quero uma mulher sentimental mas não pegajosa. Saiba que eu estarei lá nos momentos importantes, quando ela precisar, pra carregar no colo, levar café na cama. Mas não deixarei ela me dominar, subir em minhas costas.
Quero uma mulher que me faça sentir a todo o tempo como na primeira semana de namoro. Rindo a toa, sentindo um frio na barriga, com vontade de gritar pro mundo inteiro que ela é minha e eu a amo!
Quero uma mulher que me entenda. Puxa, essa agora é dificiu! Ela não precisa concordar em tudo, mas me compreenda nos meus momentos mais fracos me ajudando seja com palavras de carinho, incentivo ou simplesmente um confortável silêncio em seus braços.
Quero uma mulher que me escute! Por alguns momentos na minha vida eu preciso falar, por pra fora, falar, tirar a revolta de dentro do meu corpo, falar, gritar e falar de novo. Ali precisarei de alguém pra me ouvir e não pra falar comigo. Provavelmente terei escutado muito (ou muita asneira) o dia inteiro.
Quero uma mulher que compartilhe comigo a alegria de cada momento vencido, individual ou não. Compartilhe cada barreira transposta, seja ela grande ou pequena. Compartilhe uma batalha vencida ainda que entre mortos e feridos nem todos conseguiram se salvar!
Quero uma mulher positiva, otimista. Não necessariamente sempre assim, pois eu estarei assim quando ela menos esperar. Dar bom dia numa manhã de chuva. Dar um sorriso quando eu a encontrar, ou o contrário. Ter calma sem falar calma nos momentos irritantes do cotidiano, sabendo que aquilo é pequeno dimais e logo vai passar.
Quero uma mulher que confie em mim segamente, porque segamente eu confiarei nela.
Quero uma mulher que pra muitos é utópica. Mas eu sei que ela existe. Já me enganei e pensei estar com ela algumas vezes. Mas eu acredito que ainda vou encontra-la um dia.
Quero uma mulher que faça meu joelho tremer!

5 comentários:

Fê Fô Ha Ni disse...

Sensacional! Exatamente como conversamos ontem. E é claro que você vai encontrar essa mulher. Não só porque você quer, mas porque você merece e muito! Beijos...

Cynthia disse...

Eu quero um homem exatamente igual ao meu amor!!!
Talvez ele não tenha todas as características que eu queira, mas
tem exatamente as que eu preciso para ser feliz e me tornar uma pessoa melhor.
Ele faz meus joelhos tremerem, mas é o meu ponto de equilíbrio.
Ele me respeita na medida exata do nosso amor.Mesmo com jeito de maluco, ele é um homem doce e educado, de voz mansa mesmo quando estou descabelando.
Talvez ele não dance como eu gostaria, mas quando resolve dançar é de pura felicidade e do jeito que só ele sabe fazer.
Ele me deixa pensar que sou independente, me permite ser forte e trabalhadora, mas a verdade é que não sei mais ficar sem ele.
Ele não sabe como dar flores, bombons ou levar café na cama, mas me surpriende sempre da sua forma e canta como ninguém...
Eu quero um amor exatamente igual ao meu homem !!!!

Gra disse...

O meu preferido....texto lindo...
Bjo

Anônimo disse...

Já dancei para um só homem, do jeito que só ele sabe...
já ganhei café na cama com todos quitutes que eu gosto.
Já fui carregada no colo quando precisei, mas também já levei bronca quando não acreditei.
Já tremi o corpo todo, e fiz o seu tremer também.
Senti falta de uma verdadeira batalha. Aquela que luta pelo que deseja e sonha... mas ontem ouvi uma frase que mexeu..." cada um luta do seu jeito... não é pq não estou escancarando o que sinto que não estou lutando..." Hoje estou rindo a toa... mas e amanhã??
Meu homem... minha mulher... será que poderemos falar isso novamente algum dia??
"Bom dia. Ótimo dia!"

Lorão disse...

Não sei se qdo colocou o título já pensava no que vou dizer agora. Mas, após ler este belo texto e pensando sobre tudo que disse e no que eu acredito na vida. Concluo que a "sua mulher" já existe. Pense nisto!
Nós escolhemos quem será "a pessoa", por isto esta já existe dentro de nós. A "sua mulher" esta bem definida em sua mente, no momento em que você encontrar alguém que desperte algo especial e único em vc, tudo que escreveu irá acontecer. Principalmente considerando a subjetividade das suas palavras... VOCÊ, só VOCÊ saberá a medida do respeito, do carinho, da atenção, da beleza, da sensatez e etc. dá pessoa que estará ao seu lado.
Então poderá decidir se aquela é a "sua mulher" ou não.
Talvez eu tenha aprendido isto nestes anos de vida. Sempre quis ter um grande amor, mas percebi que fiz o movimento inverso do seu. Tentei criar o "meu homem" a partir do que já existia e depois percebi que o aquele não era o "meu homem”.
Não sei se me expressei de forma clara. Mas o resumo da opera é o seguinte. As pessoas passam grande parte da vida buscando e idealizando algo que na verdade está dentro delas. (melhorou ou piorou? ..rs)
Sei lá, quem sou eu né, nova mas velha... sobre o amor conheço mto pouco, mas o suficiente para saber que ele não é uma porção mágica, e que a palavra AMOR só existe junto com várias outras.
Enfim... me empolguei e sabe lá o que entenderão do que escrevi... afinal tudo é subjetivo e dependerá da interpretação de quem lê, do momento e de um monte de outras coisas. E você sabe disto!! ;)