quarta-feira, maio 17, 2006

AMANTES!

Paixão enlouquecedora. Ardente. Sem freio.
São adoradores da Lua. Se escondem ao Sol.
Não existe dia, hora ou lugar. Aconteceu. Deu vontade. É ali. Tem que ser agora.
Quero te beijar. Te morder. Sentir o seu corpo em minhas mãos. Sentir o seu corpo no meu. Preciso disso agora! Tesão. Onde está você? O que estará fazendo? Com quem estará?
Mentes descompromissadas. Corações, hora sim, hora não. Corpos cúmplices.
Não temos o direito de cobrar. Mas temos que estar presentes. Presente, só o nome já diz tudo.
Viver. Por alguns minutos, horas, poucos dias, sem responsabilidade. Fazendo tudo. Amor e sexo. Tesão. Rindo. Sorrisos. Como é bom te ver sorrir. Como é bom te ver feliz.
O que faremos de novo. O novo. Onde? Lugares diferentes. Fantasias. Realizar. Realizadas. Experimentar. Coisas novas. Novos lugares. Abrir a cabeça. Sem preconceitos. Um passo de cada vez.
Sua vez. Minha vez. Vai e vem. Entra e sai. Sobe e desce. Calor. Ar. Respiração ofegante. Intenso. Música. Estimula. Estímulos. Táteis. Olfativos. Visuais. Mãos sem direção. Boca. Tempo. Eterno por pouco tempo. Tudo muda. O mundo exibe mais cores. Sons e imagens. Perfeitas. Poéticas. Sua vez. Minha vez. Vai e vem. Entra e sai. Sobe e desce. Calor. Ar. Respiração ofegante.
Um fim de semana. Um feriado. Um dia. Uma hora. Na praia. Nas montanhas. Cachoeiras. Muitas pessoas. Mesmo assim, duas pessoas a sós. Com um mundo inteiro pra elas. Protagonistas. Por um eterno tempo contado. Vai acabar. Voltar a vida. Normal. Pessoas falando. Vendo. Verdades e mentiras se misturam. Cuidado. Ser discreto. A resposta. A solução. Sem compromisso. Será? Eu ou você? Os dois? Será? Tirar a prova. Perguntar. Ciúmes. Não há espaço nesse mundo novo. Falar. Calar. O melhor para cada um. O melhor para cada dois.
Ir embora. Saudade. Falta. Ter que ir. Acontece. Antes do previsto. Ou não. Surpresa!
Aconteceu. Ontem. Antes de ontem. Amanhã. Não importa o dia. Qual será o próximo dia? Existirá outro dia?

4 comentários:

preta disse...

Vc não tem jeito mesmo... rsrs
Bem que vc falou ontem...
Morder, né?? Sei...

Anônimo disse...

Amantes... dificil... será? mesmo depois de tanto tempo?? Como vamos ficar??
Dia, noite, sol, chuva... quando poderemos nos encontrar?
Datas especiais? Jamais.Não somos mais oficiais.
Ciumes? Nunca, esquece. Isso não existe.
Passeios juntos, encontrar com os amigos... os melhores amigos.. não mais. Teremos que ser só você e eu.
Filhos? P. ou Z. Não mais...
Toda de branco, velas, vista para a serra, fim da tarde... os minutos mais intenso quando vou ao seu encontro.. não mais. Só em sonho..
Amantes... será?? Temos que pensar.

Anônimo disse...

Amantes: sinônimo de desejo incontrolável, amor indomável, fogo que não acaba mais.
Vontade de encontrar a qualquer hora.. ou melhor, não existe hora.
Total falta do medo pois vivemos e existimos graças ao medo.
Os melhores beijos, os mais quentes.. longos, molhados... apertados abraços. Corpo quente.. muito quente. Chegar tarde, sair muito cedo. Ninguém vê, ninguém escuta. Fala baixo, tira o sapato.. cuidado.
Amantes de noite. De dia o quê? Amigos? Desconhecidos? Visinhos? Namorados? O quê?
Experiência: perigosa, cuidadosa, gostosa. Experiência de te ter sem te pertencer.
Amantes da vida, da relação dos homens e das mulheres.
Amantes do prazer.

Anônimo disse...

amantes...palavra que mexe com a gente... mexe com nosso libido... mas até que ponto isso me satisfará... ou te satisfará??? afinal, todo mundo precisa e gosta dessa sensação de prazer, dos melhores beijos, daquela vontade de encontrar a qualquer hora... acontece de esquecermos que tudo isso é possível sim, só depende de cada um ou de cada dois... e o melhor de tudo nessa conversa é poder desfrutar disso com seu amante, seu amigo, seu cúmplice, seu eterno namorado, seu companheiro, seu parceiro, seu amado, seu marido... quero sim ter momentos de loucuras, mas quero ter momentos de certeza que a minha ou a nossa escolha foi perfeita... nossa busca é constante... AMOR

O amor é paciente, é benigno,
O amor não arde em ciúmes,
não se ufana, não se ensobrece,
O amor não se conduz inconvenientemente,
não procura seus interesses,
não se exaspera,
O amor não se ressente do mal,
não se alegra com a injustiça,
mas regozija-se com a verdade,
O amor tudo sofre, tudo crê,
O amor tudo espera, tudo suporta
O amor jamais acaba:
mas havendo profecias, desaparecerão;
havendo línguas, cessarão;
havendo ciência, passará...

O verdadeiro amor consiste na sublimação destas palavras; e mesmo que elas não possam fazer parte realmente da nossa vida, é necessário que se façam presente em nosso coração.