quarta-feira, maio 24, 2006

Red Pill or Blue Pill?

Entrei na toca do coelho branco.
Caí. De pé, mas caí. A Matrix é aqui. Está em qualquer lugar. Do que você come ao que você vê. Do que você toca ao que você sente.
Escolhas. Tomo a pílula azul e durmo. Acordo acreditando no que eu quiser. Como e quando eu quiser. Volto à verdade rotineira. Ou tomo a pílula vermelha e permaneço no país das maravilhas. Encontrando um mundo novo a cada minuto. Sentimentos. Sensações. Um mundo novo, mas infelizmente sem um guia. Só. Eu. Só.
Preciso de uma escolha. Opção. Opções.
Tomar as duas pode ser uma escolha? Sim. Talvez. Depende. Red pill and blue pill. Juntas. O que vai dar? Barato? Onda? Overdose? O que vou encontrar pela frente? Verdade? Ficção? Realidade?
What is my Matrix?
Não sei que fazer. O Sr. Solução não está mais aqui. Não tenho a solução para o meu problema. O que fazer? Inevitável. Vai acontecer. Conto as horas... O tempo está passando. Estou ficando angustiado...
Angústia, do Pequeno Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa (FERREIRA, 1978). Estreiteza (de espaço); brevidade (de tempo); grande aflição; desgosto; ansiedade com opressão; agonia.
Deixo acontecer? Não falo com ninguém? Falo com todo mundo? Os envolvidos? Os de fora? Quem poderá me ajudar?
Não quero queimar no fogo do inferno. Não será o fogo do inferno. Menos para mim. Para mim será. Decisão. Ultima hora. Vai ficar pra última hora. Estou sem o feeling necessário. Feeling. Na hora vou ter feeling. Tem que acontecer. Tenho que ter!
Então? Qual delas? Red Pill or Blue Pill?

4 comentários:

preta disse...

Adorei!!
Já pensou: as duas juntas?? putz...rsrs
Fica tranquilo... na hora certa vc terá o seu feeling...
"Red Pill or Blue Pill?"

Anônimo disse...

Talvez tomar nenhuma das duas pílulas seja a melhor decisão. Não se cobre, não se martirize... VIVA.
Viva o seu presente, enquanto der. Enquanto puder. Viva. Porque depois que depender das pílulas não mais escreverá o seu caminho. Será limitado por suas condições.
Não tome pílula. Seja vermelha, azul, 2 em 1. Fique lúcido. Viva.
"ansiedade com opressão..." será sempre assim diante de uma importante decisão?
Confesso, também estou com medo, com dúvida... não sei se me escondo atrás dessas suas píluas.. já imaginou?? Qquer reação não esperada podemos jogar a culpa na pílua..
Mas e a falta? A tristeza? A dor? Coisas que só sentimos dentro de nós... Será que estas drogas serão capazes de curar sentimentos tão nossos?
Vai provar ou não? se provar... me conta! Se funcionar, me arruma duas.

O Ogro Diante Do Espelho disse...

HAHAHAHAHAHA NADA PESSOAL ... POR INCRÍVEL QUE PAREÇA FOI PURA COINCIDENCIA... FOI MAL ... MAS BAUDRILLARD É BEM MELHOR!
Abraço!
Juro que não foi pessoal! Há tempos eu não entrava no seu blog.

Gustavo G. Veneranda disse...

Fala Hermano, tem tempo que não escrevo, mas isso não quer dizer que o seu Blog não seja "ponto obrigatório de parada" todos os dias! Tenho reparado que vc está atravessando uma fase mais abstrata, ou então tô precisando tomar uma dessa... me vê uma Azul, afinal sou cruzeirense! Abraços!